Saiba mais sobre a canoagem e suas modalidades

Quando o atleta Isaquias Queiroz conquistou três medalhas para a canoagem do Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, trouxe ainda mais destaque a um esporte que vem crescendo no país, não só nas competições, mas também como lazer. Assim como as pranchas de SUP, os caiaques e canoas vêm ganhando espaço nas nossas represas, praias e rios.

A canoagem tem várias modalidades e possibilidades. Vai desde um passeio a lazer nas águas calmas de uma represa até a descida de um rio de corredeiras.

Confira abaixo um pouco mais sobre o que é a canoagem, o perfil do esporte  (esportivo ou recreativo), as modalidades e as diferenças entre caiaque e canoa.

O que é a canoagem?

Canoagem é um esporte praticado no mar, em rios, lagos e represas com o uso de um caiaque ou de uma canoa. O canoísta usa um remo de uma ou duas pás para mover a embarcação. Desde 1936, o esporte é também uma modalidade olímpica. Em inglês, o nome é mais associado ao tipo de embarcação: canoeing, para quando são usadas canoas, e kayaking, para caiaques.

A canoagem tem origem milenar, com a canoa sendo historicamente usada em todo o mundo como meio de transporte e para fins de comércio e guerra. Já os caiaques surgiram com os esquimós, que utilizavam a embarcação majoritariamente para caça, pesca e transporte. Eles foram desenvolvidos para acomodar normalmente apenas uma pessoa por vez.

Perfil de canoagem: esportiva x recreativa

A canoagem se divide basicamente em dois perfis: esportiva e recreativa.

Canoagem esportiva

O canoísta Isaquias Queiroz nas Olimpíadas do Rio

Isaquias Queiroz durante as Olimpíadas do Rio

A canoagem esportiva é focada em competições, amadoras ou profissionais. No Brasil, é representada pela Confederação Brasileira de Canoagem. A entidade é responsável por organizar as competições no país e pela seleção e treino dos atletas que representam o Brasil em torneios internacionais.

Nas Olimpíadas, o esporte está presente em dois formatos: provas de slalom e de velocidade. Foi nesta última que Isaquias Queiroz ganhou as medalhas nos Jogos Olímpicos do Rio. É possível competir tanto de canoa quanto de caiaque, e as categorias são diferenciadas por letras. C para canoas e K para caiaques (do inglês, kayak), seguido pelo número de atletas na embarcação (C1, C2, C4; K1, K2, K4).

Canoagem recreativa:

Vista de caiaques em lago de águas claras

A canoagem recreativa é aquela praticada por lazer e de forma amadora. É possível remar no mar, em lagos, lagoas, represas e rios, calmos ou de corredeiras. Pode tratar-se de um programa de um dia ou de uma expedição em um longo trecho de rio ou oceano. Além disso, quem gosta de remar pode ainda incluir um passeio de caiaque em um roteiro de viagem ou ecoturismo. É possível, por exemplo, incluir uma remada nos lagos na região de Bariloche ou em praias do litoral brasileiro.

De maneira geral, a canoagem de lazer em águas calmas requer alguns cuidados, mas não exige um treinamento prévio intensivo. Já a canoagem em mar aberto (oceânica) ou em corredeiras, conhecida como canoagem de águas brancas (whitewater kayaking), exige experiência e treino.

Modalidades da canoagem

As duas modalidades mais conhecidas são as modalidades olímpicas: slalom e velocidade.

Canoagem slalom:

Atleta em competição de canoagem slalom

No slalom, a competição é feita em águas agitadas (corredeiras), naturais ou artificiais. Os atletas precisam passar por pontos específicos durante o percurso, marcados por uma espécie de porta. É preciso girar a embarcação no sentido da corrente ao passar por portas verdes ou no sentido contrário ao passar por portas vermelhas. O objetivo é cometer o menor número de erros possível e terminar a prova no menor tempo.

Canoagem de velocidade:

Caiaques em competição de canoagem de velocidade

Nas provas de velocidade, os competidores remam em águas calmas em trajetos de 200m, 500m ou 1000m. Ganha quem chegar à linha final mais rápido.

Outras modalidades:

Além das modalidades olímpicas, a canoagem esportiva conta ainda com outros formatos:

  • Canoagem descida: nessa modalidade, o objetivo é descer corredeiras em uma pista pré-definida no menor tempo possível.
  • Canoagem maratona: a canoagem maratona consiste em remar grandes distâncias em águas calmas. As competições costumam durar aproximadamente três horas.
  • Canoagem oceânica: assim como em outras modalidades, o objetivo das competições de canoagem oceânica é percorrer um determinado trajeto no menor tempo possível. A diferença, como o nome sugere, é que o percurso é no mar.
  • Canoagem onda: a canoagem onda é praticada sempre em praias e consiste em executar manobras de surfe usando técnicas de remada. Abrange três modalidades – Waveski, Kayaksurf e Sharkpaddle. No Waveski, o atleta surfa sentado em um caiaque aberto, muito parecido com uma prancha de surfe, usando um remo duplo. No Kayaksurf, é usado um caiaque pequeno e fechado, com um saiote que impede a entrada de água. O atleta fica sentado, com as pernas totalmente dentro do caiaque. Já o Sharkpaddle é uma modalidade criada em 2011 pelo paulista Alexandre Mattei. Nela, é possível surfar tanto sentado quanto em pé na mesma onda, usando um remo duplo e uma prancha específica.
  • Caiaque polo: o caiaque polo é uma espécie de polo aquático usando caiaques. Dois times com cinco canoístas cada competem em uma piscina. O objetivo é marcar gols no time adversário, usando tanto os remos quanto as mãos. A bola é a mesma do polo aquático.
  • Canoagem tradicional: reconhecida hoje como modalidade esportiva, a canoagem tradicional é aquela praticada há séculos em comunidades ribeirinhas, usando canoas de madeira. Aos poucos, vem ganhando força como esporte e sendo implantada na grade curricular de escolas na região amazônica.
  • Rafting: o rafting consiste em descer rios usando botes infláveis. É uma modalidade bastante conhecida hoje por conta da sua expansão como atividade comercial de aventura. No entanto, a categoria competitiva também é muito forte no Brasil e no mundo. Aliás, clique aqui para ver onde praticar rafting no Brasil.
  • Va’a (canoa polinésia): a canoagem Va’a usa canoas de origem polinésia, que podem ter de um a 12 remadores por canoa. Muito comum no Havaí, Taiti e Nova Zelândia, vem ganhando adeptos também no Brasil, com campeonatos regulares.
 

Com exceção do Rafting e da Va’a, que contam com as suas próprias entidades, todas as outras modalidades são representadas no Brasil pela Confederação Brasileira de Canoagem.

Quais são as diferenças entre caiaque e canoa?

A canoagem pode ser praticada tanto com caiaque quanto com canoa. Na canoagem recreativa, os caiaques são mais comuns. Já as competições esportivas costumam abranger os dois tipos de embarcação.

Canoas:

As canoas podem ser abertas ou fechadas, e o canoísta pode ficar sentado ou ajoelhado. Já o remo usado na canoa possui apenas uma pá. Em competições, é identificada pela letra C e o número de atletas na canoa (C1, C2).

Caiaques:

Os caiaques são embarcações em que o canoísta fica sentado e usa um remo com duas pás. Em competições, é identificado pela letra K e o número de atletas no caiaque (K1, K2 etc).

Há dois modelos principais de caiaque:

  • Caiaque “sit inside”:
Duas canoístas remam lado a lado em caiaques fechados modelo "sit inside"

Os caiaques “sit inside” são fechados, com uma espécie de cabine para que o canoísta possa se sentar e encaixar as pernas dentro da estrutura do caiaque. É o modelo mais usado em competições esportivas, em travessias oceânicas e para descer corredeiras.

  • Caiaque “sit on top”:
Caiaque aberto tipo "sit on top"

Caiaques “sit on top” são caiaques de lazer, mais largos e abertos. Neles, o canoísta fica com o corpo totalmente no deck do caiaque. Por serem abertos, o canoísta fica mais exposto a se molhar durante a remada, mas também tem mais liberdade de movimento dentro do caiaque. É possível dar um mergulho, por exemplo, e voltar com facilidade para a embarcação. Podem ser para uma ou duas pessoas.

Aventure-se

Agora que você conhece melhor o esporte, que tal começar a remar? Aproveite a enorme oferta de locais propícios à remada que o Brasil oferece e aventure-se!

Para começar, procure por uma associação ou clube de canoagem na sua região. Ou então busque uma praia ou represa que conte com locais que ofereçam aluguel de caiaque. Nesse link você encontra informações sobre as federações de canoagem em cada Estado e as associações filiadas a elas.

Pra te ajudar, nós também preparamos duas listas: uma com cursos de canoagem oceânica e outra com cursos de canoagem em águas brancas no país. Confira!

  • Fotos dos atletas e competições: Divulgação/Confederação Brasileira de Canoagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *