Práticas de mínimo impacto: "Leave no Trace"

Quem já se aventurou na natureza com certeza se deparou com algumas dúvidas, como por exemplo: e se eu tiver vontade de ir ao banheiro, como faço? A trilha está bem enlameada, então será que tem problema abrir um caminho pelo matinho na lateral? As respostas (que estão nos itens mais abaixo, por sinal) a perguntas como essas tem tudo a ver com o que chamamos de regras ou práticas de mínimo impacto.

O que são as práticas de mínimo impato?

As práticas de mínimo impacto são as condutas básicas que devemos ter na natureza para que possamos minimizar nosso impacto sobre ela. Assim, ajudamos a preservar os ambientes naturais e a contribuir para que eles estejam lá para as gerações futuras.

O que é o "Leave no Trace" ("Não deixe rastros")?

A discussão sobre mínimo impacto começou nos Estados Unidos na década de 1960. Em 1994, surgiu uma organização chamada Leave No Trace (Não Deixe Rastros). Basicamente, ela resumiu em sete princípios os principais pontos das práticas de mínimo impacto. São ideias simples que podem ser facilmente compartilhadas com amigos, familiares e outros aventureiros que você encontrar em parques, trilhas, montanhas e cachoeiras.

Não se trata de restringir o acesso à natureza ou desincentivar as pessoas de aproveitá-la. Pelo contrário, a ideia por trás das práticas de mínimo impacto e das campanhas de “Não Deixe Rastros” é estimular as pessoas a praticarem mais atividades outdoor e aproveitarem a natureza, mas de maneira responsável.

Sete princípios do "Leave no Trace"

1) Planeje e prepare-se com antecedência

Planejar e se preparar de maneira adequada para a viagem ajuda os trilheiros a atingir seus objetivos de maneira segura e agradável. Ao mesmo tempo, minimiza danos ao terreno.

A falta de planejamento normalmente leva a danos ao ambiente e riscos aos próprios trilheiros.

Lembre-se:

  • Prepare-se para condições extremas de tempo, perigos e situações de emergência;
  • Conheça as regras e preocupações específicas da área que você vai visitar.

2) Viaje e acampe em superfícies resistentes

O objetivo de passeios na natureza é se mover por ela e ao mesmo tempo evitar danos ao terreno. Danos ocorrem quando a vegetação de superfície ou grupos de organismos são pisoteados de maneira irreparável. A área estéril que resulta disso leva à erosão do solo e ao desenvolvimento de trilhas indesejáveis.

Lembre-se:


  • Superfícies resistentes incluem trilhas e áreas para camping já estabelecidas, pedras, cascalho, grama seca ou neve;
  • Proteja áreas ribeirinhas acampando a ao menos 60 metros de distância de lagos e córregos;
  • Procure acampar em áreas de camping já existentes, em vez de criar uma área nova. Além disso, concentre-se em locais em que não há vegetação;
  • Em áreas populares, concentre-se no uso de trilhas já existentes. Da mesma forma, procure andar em fila única no meio da trilha, mesmo quando estiver úmida ou enlameada;
  • Em áreas preservadas, disperse o uso para evitar a criação de áreas de camping e trilhas. Também evite locais em que os impactos estão começando a ser sentidos.

3) Descarte lixo e dejetos de maneira adequada

O descarte adequado de resíduos humanos é importante por vários motivos. Por exemplo, para evitar a poluição de fontes de água, evitar a situação chata de alguma outra pessoa encontrar os seus resíduos, minimizar a chance de propagar doenças e maximizar a taxa de decomposição.

Lembre-se:

  • Leve de volta tudo que trouxer;
  • Inspecione sua área de camping e locais de parada para checar se não ficaram restos de lixo ou comida e embale-os e leve-os embora;
  • Enterre suas fezes em buracos cavados no chão, com profundidade de 15 a 20 cm e a ao menos 60 metros de distância fontes de água, áreas de camping e trilhas. Cubra e disfarce o buraco quando terminar;
  • Embale e leve embora papel higiênico e produtos de higiene;
  • Para lavar o corpo ou lavar louças, carregue um pouco de água a pelo menos 60 metros de rios ou lagos. Use pequenas quantidades de detergente biodegradável.

4) Deixe o que encontrar

Deixe pedras, plantas, artefatos arqueológicos e qualquer outro objeto de interesse da forma como encontrou. Isso vale até mesmo para colher algumas flores. Afinal, o impacto pode não parecer grande, mas se todo trilheiro resolver fazer o mesmo o dano será enorme.

Lembre-se:

  • Preserve o passado: examine, mas não toque estruturas e artefatos históricos ou culturais;
  • Deixe pedras, plantas e outros objetos naturais da forma que encontrou;
  • Evite introduzir ou transportar espécies que não são nativas da região.

5) Minimize o impacto de fogueiras

O uso de fogueiras degrada ambientes naturais, assim como a demanda excessiva por lenha. Além disso, o desenvolvimento de fogareiros leves e portáteis eliminou a necessidade de fazer fogueira para cozinhar, e é possível usá-lo em praticamente qualquer condição de tempo.

Lembre-se:

  • Fogueiras podem causar danos duradouros ao meio ambiente. Use um fogareiro portátil para cozinhar;
  • Em locais onde é permitido fazer fogueira, como em alguns campings, use os espaços já estabelecidos para tanto;
  • Mantenha o fogo baixo e use apenas pedaços de madeira que já estejam no chão e que possam ser quebrados com as mãos;
  • Queime toda a lenha e carvão até as cinzas e apague completamente qualquer vestígio de fogo.

6) Respeite a vida selvagem

Observe a vida selvagem de maneira silenciosa, sem interferir, para minimizar impactos no ambiente. Lembre-se que é você que está visitando a casa dos animais daquela região. Portanto, observe à distância, para que eles não fiquem com medo e sejam forçados a fugir.

Lembre-se:

  • Observe animais selvagens à distância. Não siga-os nem se aproxime deles;
  • Nunca alimente animais selvagens. Alimentar animais selvagens prejudica a saúde deles, altera comportamentos naturais e deixa-os expostos a predadores e outros perigos;
  • Guarde comida e lixo de maneira segura;
  • Deixe animais de estimação em casa ou controle-os o tempo todo.

7) Tenha consideração pelos demais visitantes

Um dos aspectos mais importantes da ética para as atividades outdoor é manter o respeito e a cortesia com outros visitantes. Assim todos podem aproveitar a experiência.

Lembre-se:

  • Respeite outros visitantes;
  • Seja cortês. Ceda passagem para outras pessoas na trilha;
  • Acampe longe de trilhas e de outros visitantes;
  • Evite vozes e barulhos altos; deixe que todos aproveitem o som da natureza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *