Dez itens essenciais para levar em uma trilha

Se você está na dúvida sobre o que levar para uma trilha, saiba que alguns itens básicos não podem faltar. Seja para uma trilha curta, de um dia, ou para travessias longas, os equipamentos que listamos abaixo são fundamentais. A lista que compilamos tem como base os chamados “Ten Essentials” (Dez Essenciais), termo criado e divulgado nos EUA para se referir, adivinhe, aos dez itens essenciais para levar para uma trilha.

Há inúmeras variações dos “Ten Essentials”, de acordo com as preferências de cada trilheiro e as recomendações de diferentes entidades. Nós nos baseamos aqui na lista da American Hiking Society, que consideramos completa e adequada, e fizemos alguns incrementos.

Guarde bem a lista abaixo e lembre-se: pode parecer trabalhoso, mas é melhor levar esses itens com você do que sentir falta deles durante uma emergência.

Confira os dez itens que você não pode deixar de levar para a trilha:

1) Sapatos adequados

Esqueça chinelos, qualquer tipo de sapato aberto e até tênis comum. Trilhas exigem sapatos adequados, sempre fechados. As opções mais comuns são os tênis de trilha e as botas de trilha, impermeáveis ou não.

Para trilhas mais simples e curtas, de um dia, tênis de trilha são uma boa opção. Eles têm boa aderência e garantem estabilidade em terrenos escorregadios. Já para caminhadas maiores, carregando mais peso ou passando por um terreno mais difícil, as botas são mais adequadas. Garantem ainda mais estabilidade, principalmente para o tornozelo.

2) Itens de navegação: mapa, bússola e GPS

Mesmo em trilhas batidas e bem demarcadas, é sempre bom levar um instrumento de navegação. Eles são úteis para caso haja alguma situação de emergência que te obrigue a desviar da trilha ou para o caso de você simplesmente se perder.

Uma opção muito comum é baixar um aplicativo de GPS específico para trilhas no celular. É uma boa alternativa, mas lembre-se que celulares são mais frágeis e a bateria acaba rápido. Portanto, o ideal é colocá-lo num case e levar um carregador portátil.

Equipamentos de GPS são outra excelente opção, com maior precisão e autonomia. Ainda assim, eles dependem de bateria, então carregue algumas extras. Ambos permitem que você siga rotas traçadas por outros usuários e também que trace a sua rota de ida. Dessa forma, pode sempre voltar por ela.

Para não depender de baterias, um equipamento leve, barato e obrigatório é a bússola. Usada sozinha ela já pode ser uma ferramenta importante, mas funciona melhor ainda aliada a um mapa. O bom e velho mapa de papel te ajuda não apenas a se localizar, mas também a encontrar pontos de água, rotas de saída e áreas para acampar.

3) Água extra e pastilha de tratamento

Confie em nós: você não vai querer ficar desidratado durante uma trilha. O consumo insuficiente de água deixa o corpo mais suscetível à hipotermia, afeta o funcionamento do organismo como um todo e pode te deixar em situação de extremo risco. Por isso, é essencial sempre carregar água suficiente para o seu trajeto de ida e volta.

Se você tem certeza que a trilha que vai fazer tem um ponto de água no caminho, pode levar uma garrafa cheia, por exemplo, e outro recipiente vazio para encher e tratar durante a trilha.

A palavra tratar, aliás, também é fundamental. Carregue sempre com você algum meio para tratar a água coletada em rios, lagos e nascentes. No Brasil, um dos mais comuns é o uso de pastilhas para purificar água. No entanto, também é possível usar um filtro purificador ou um fogareiro portátil para ferver a água.

4) Comida extra

Sempre leve comida extra suficiente para pelo menos mais um dia. Você nunca sabe quando alguma coisa pode te deter na trilha por mais tempo do que o planejado. É possível se perder, sofrer um ferimento, descobrir que a trilha é mais difícil e demorada do que o esperado, calcular mal o tempo enquanto aproveita aquela cachoeira, enfim…
 

O ideal é levar itens não perecíveis que não demandem cozimento, como barrinhas de cereal, frutas secas, castanhas etc.  Caso você leve um fogareiro portátil, aí pode investir em sopas prontas, bebidas quentes, macarrão instantâneo e por aí vai.

5) Roupas para chuva & muda de roupa extra

Por mais que você confira a previsão do tempo, escolha suas roupas de maneira a estar preparado para encarar chuva e leve uma muda extra para casos de emergência. Além da chuva, é preciso cuidar com o frio, especialmente se for para uma região montanhosa, que normalmente possui um tempo instável e temperaturas que oscilam rapidamente.

A dica para trilhas é sempre se vestir em camadas, para poder adicionar ou remover peças de acordo com a variação de calor. Por exemplo, usar uma camiseta esportiva ou segunda pele, um fleece e uma jaqueta impermeável. Dê preferência a tecidos esportivos e evite algodão.

6) Itens de segurança: lanterna, apito, cobertor de emergência e isqueiro

Mesmo que a trilha que você vá fazer seja curta e aparentemente tranquila, sempre leve alguns itens de segurança que podem literalmente salvar a sua vida em casos de emergência: lanterna, apito e cobertor de emergência.

Há muitas opções de lanternas de cabeça a um preço acessível, portanto não conte apenas com a lanterna do celular. Lembre-se de levar também pilhas extras.

Um apito pode ser fundamental caso você sofra um ferimento ou se perca, já que é muito mais eficiente do que pedir por socorro usando apenas a sua voz. Em casos de urgência, assopre o apito para dar três toques curtos, depois uma pausa, outros três toques curtos e assim sucessivamente.

Já um cobertor de emergência, normalmente de alumínio e vendido em embalagens pequenas e leves, previne a hipotermia e pode garantir que você sobreviva a uma noite perdido na mata.

Outro item importante é uma pederneira ou isqueiro para caso seja preciso fazer uma fogueira de emergência, seja para prevenir hipotermia ou como sinalização para uma equipe de resgate. Acenda fogueira somente em casos de emergência! E não esqueça de apagar completamente o fogo antes de deixar o local.

Lembre-se de que a regra geral é nunca fazer fogueiras em áreas de proteção ambiental, como parques estaduais e nacionais, devido aos danos ao solo e ao risco de incêndio. Em muitos desses locais acender fogo é considerado crime ambiental. Portanto, deixe a fogueira recreativa para as áreas de camping que permitem e tenham um espaço adequado para tanto (como tambores, círculos de pedras ou churrasqueiras).

7) Kit de primeiros socorros & higiene

A importância de um kit de primeiros socorros dispensa explicações. Um bom kit para trilhas deve incluir pomadas para picadas e alergias, curativos tipo Band-aid de tamanhos variados, gaze, ataduras (bandagem), esparadrapo, antisséptico para feridas e remédios para dor.

Lembre-se também de levar alguns itens de higiene, que variam de acordo com a duração da trilha. Álcool gel e papel higiênico, por exemplo, são sempre recomendados.

8) Faca ou canivete

Uma faca ou canivete pode ser uma mão na roda para uma série de necessidades. Como, por exemplo, reparar algum equipamento, cortar ataduras ou roupas para fazer uma bandagem, preparar comida etc. O ideal é ter uma faca para cada adulto do grupo.

Um canivete ou, melhor ainda, uma pá portátil e leve, também pode ser útil caso a natureza chame e você precise fazer o número dois. Nesses casos, siga as regras de mínimo impacto. Cave um buraco no chão, com profundidade de 15 a 20 cm, e enterre suas fezes. Lembre-se de sempre fazer isso ao menos 60 metros de distância de fontes de água, áreas de camping e trilhas. Cubra e disfarce o buraco quando terminar.

9) Proteção contra o sol

Sempre leve com você proteção contra o sol, como óculos escuros, protetor solar e, se tiver, roupas com proteção UV. A falta de proteção pode levar a queimaduras que podem, no mínimo, deixar seu passeio bem desconfortável. Em situações extremas, pode te impedir de continuar a trilha e obrigar a pedir resgate.

10) Mochila

Uma mochila, claro, é fundamental para que você possa levar todos esses itens. Há diversos modelos de mochilas pequenas que são ideais para trilhas de um dia, enquanto modelos maiores atendem trilheiros que vão passar uma noite ou mais fora. O importante é escolher um modelo que seja confortável e te permita organizar sua bagagem de maneira prática.

E não se esqueça da capa contra chuva, para garantir que a sua bagagem fique sempre seca independentemente do tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *